Construção
21 de Julho de 2021

Como deve ser feito o descarte correto do entulho de obra?

Comprometido com o meio ambiente e, principalmente, com o cumprimento das regras em seu canteiro? Então, confira essas dicas a seguir!

Tempo de leitura:

O profissional que está mais antenado às tendências e às alternativas da Construção Civil deve saber bem que, hoje, há inúmeras técnicas, métodos e práticas de construções, que geram menos resíduos e minimizam o volume de entulho de obra

Fora isso, quase sempre o entulho de obra é considerado algo descartável nos canteiros e, portanto, requer um descarte correto e adequado para não parar em qualquer lugar e, até mesmo, gerar custos e dor de cabeça para o contratante. 

Mas, afinal, como descartar o entulho de obra e, claro, que dicas são essenciais para evitar o acúmulo destes materiais? Confira o post até o final e anote tudo! 

O que é considerado entulho de obra? 

Tem muito pedreiro que considera entulho de obra apenas o que quebra ou se desperdiça nos materiais básicos, como tijolos, cacos de cerâmica, ferragens cortadas, excessos de cimento etc. 

No entanto, o entulho de obra engloba tudo o que for realmente dispensável para o trabalho, incluindo todos estes itens acima, mas também agregando outros, como latas vazias de tinta, vernizes, produtos químicos, lixas usadas e ferramentas. 

Logo, considerando que o entulho contém diferentes tipos de materiais, não dá para despejá-lo em um lixo normal, ou pior ainda, diretamente na natureza. 

E como realizar o descarte correto do entulho de obra? 

Em geral, as prefeituras disponibilizam serviços de coleta especializada para os entulhos de obras e, portanto, esse é o primeiro passo para você buscar informações e seguir os procedimentos adequados em sua região. 

Além disso, é imprescindível que o canteiro detenha caçambas para acumular os resíduos durante o projeto e agendar suas retiradas, sempre que necessárias. 

Uma dica importante e que diferencia o pedreiro profissional e responsável de outros é estar atento às indicações de fabricantes, em especial, de produtos químicos. Ou seja, confira se há indicações no rótulo sobre descarte e, na dúvida, não hesite em entrar em contato direto com a empresa para se informar melhor. 

Por que é importante dar destinação correta ao entulho? 

Antes mesmo de falarmos em responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente, descartar entulho de obra corretamente é obrigação de todo canteiro, prevista em Lei e com normas bem definidas pelo CONAMA. 

Para explicar melhor, essas normas classificam o entulho de obras em 4 classes essenciais: 

  • classe A: resíduos reutilizáveis ou recicláveis para a construção; 
  • classe B: resíduos recicláveis para outras destinações (sacos, latas, plásticos etc.); 
  • classe C: resíduos gerais, que não podem ser recicláveis; 
  • classe D: resíduos perigosos. 

E como reduzir a geração de entulho de obra? 

Para finalizar, nós também enumeramos algumas boas práticas e procedimentos, que ajudam a evitar o acúmulo e a geração de resíduos desnecessários nas obras. Confira:

  • pesquise por métodos de construção mais eficientes (tijolos ecológicos, pré-moldados etc.); 
  • incentive e use materiais de qualidade e de maior resistência; 
  • entenda como realizar um bom planejamento no projeto; 
  • mantenha o canteiro de obras organizado
  • capacite sua equipe para manusear equipamentos e produtos de forma correta. 

Enfim, essas são algumas dicas essenciais sobre como descartar corretamente o entulho de obra e também alguns conselhos úteis de como evitar a geração destes resíduos em seu canteiro. Vale reforçar que tudo isso não garante apenas o cumprimento de regras de seu município, mas também agrega outros valores ao seu serviço, como comprometimento com o meio ambiente, redução de custos para o contratante e mais credibilidade para você no mercado. 

Curtiu? Quer ter acesso a mais dicas para suas obras? Então não deixe de seguir a nossa página no Facebook e fique por dentro das próximas atualizações. Até lá! 

Comentários