Construção
1 de Dezembro de 2020

3 dicas essenciais para fazer uma boa pintura de ambiente externo

Quer melhorar a qualidade do seu serviço de pintura de ambiente externo? Confira as nossas 3 principais dicas para um trabalho de qualidade!

Tempo de leitura:

Um bom serviço de pintura para ambiente externo não é exatamente uma mágica, mas tem lá algumas dicas que podem ajudar você a obter um resultado que faça brilhar os olhos dos seus clientes. Aliás, isso é algo muito importante, pois se trata do lugar onde eles moram e buscam aconchego para o descanso.

Quando alguém confia a você um serviço de pintura, é porque acredita que conseguirá proporcionar um ambiente agradável, e é exatamente o que você deve entregar. E cliente feliz é cliente falando bem de você — e a gente sabe da importância do boca a boca para conquistar clientes, não é mesmo?

Quer saber quais são as 3 dicas da Norton para a pintura de ambiente externo? Continue a leitura e confira!

1. Ajude na escolha do tom da parede externa

Se você já conta com alguma experiência na área de pintura, então deve saber o que funciona e o que deve ser evitado para as paredes de áreas externas. A dica é usar sua experiência para ser mais que um pintor para o seu cliente: seja, também, um consultor!

Ajude seu contratante a saber exatamente o que acontecerá com a sua escolha. Por exemplo, se o tom do mostruário será mais escuro ou mais claro quando aplicado na parede, se a cor tende a desbotar mais rapidamente, entre outras coisas.

Também considere as particularidades do local para saber se deverá ser escolhida uma tinta com maior resistência à umidade, maresia ou mofo. O tipo de acabamento que ela oferecerá também é relevante, e veja se o seu cliente quer ele fosco, acetinado, com mais brilho etc. Lembre sempre que o especialista é você.

2. Confira a previsão do tempo

O Brasil é um país com dimensões continentais, que comporta uma enorme diversidade de climas. Ao mesmo tempo em que alguns estados apresentam sol e temperaturas acima dos 30ºC na maior parte do ano, há também locais que praticamente passam pelas quatro estações em um único dia.

Olhar para o céu, como era feito antigamente, não dará as respostas mais condizentes. Aproveite a tecnologia e os serviços de previsão do tempo oferecidos na internet, pois eles mostram como será o clima dos próximos 15 dias. Assim, você consegue aproveitar uma semana estável para a realização da pintura.

Os ambientes externos são os mais vulneráveis à ação da chuva e do vento, e isso pode prejudicar o seu serviço, causando um resultado ruim ou, pior ainda, a necessidade de retrabalho. A dica é conferir sempre a previsão do tempo e, por mais que a gente saiba que a previsão nem sempre acerta, vale a pena confiar nela quando o assunto é pintura de ambiente externo!

3. Faça o cálculo correto da área e da quantidade da tinta

O planejamento do serviço é um dos momentos mais importantes e deve ser feito com muito cuidado. É por meio dos resultados obtidos que você saberá a quantidade de tinta e de outros materiais que serão utilizados.

Faça os cálculos com máxima atenção, para que não sobre muita tinta ou outros materiais, e também para que não falte. Interromper a pintura por falta de material pode gerar alterações nos tons, e isso pode criar um resultado que não seja uniforme. Então, na hora de fazer as contas, dedique toda a atenção e mais um pouco.

Resumindo: pintura de ambiente externo exige os cuidados comuns a todo serviço e mais algumas atenções especiais. A falta de material e a umidade — ou, pior, chuva! — são fatores ainda mais relevantes nesse caso.

Agora que você sabe quais são as 3 principais dicas para a pintura de ambiente externo, aproveite e siga a nossa página no Facebook para ficar por dentro de tudo o que rola aqui no blog da Norton!

planilha

Comentários