Construção
13 de Agosto de 2021

6 dicas práticas para lidar com os respingos de tinta na pintura

Nesse post, destacamos 6 cuidados essenciais para evitar respingos de tinta nas superfícies durante um serviço de pintura. Confira!

Tempo de leitura:

Por mais cuidadoso que o profissional seja, toda obra gera insumos e sujeira, mas que podem tranquilamente ser minimizados com pequenos cuidados. É o caso, por exemplo, dos respingos de tinta em pinturas de teto ou parede! 

E aí, para proporcionar um ambiente mais limpo e organizado, sem recorrer a gambiarras ou adaptações, a gente separou algumas dicas imbatíveis de como realizar um serviço profissional de qualidade, que além de garantir a satisfação final do cliente, ainda permite agregar mais segurança e praticidade no trabalho. 

Ficou curioso em conhecer essas dicas certeiras para evitar respingos de tinta em sua próxima obra e fazer valer cada real passado em seu orçamento de pintura? Então, sem mais delongas, vamos direto aos pontos!  

Boa leitura! 

Afinal, por que se preocupar com os respingos de tinta na pintura? 

Muitos pintores e pedreiros acham que não tem tanta importância se preocupar com os respingos de tinta durante o serviço, já que dá para forrar as superfícies com qualquer papel ou mesmo passar um removedor depois do trabalho entregue. 

Bom, teoricamente, tem muitas formas de se evitar ou remover os respingos de tinta durante o processo. Só que a ideia aqui não é essa! Estamos falando mais sobre como lidar de forma profissional com certos cuidados que são necessários para melhorar sua produtividade, eficiência e, até mesmo, a economia no final do trabalho. 

Em outras palavras, para que ter retrabalhos, mais sujeira e, muitas vezes, mais custos, se há alternativas mais práticas e inteligentes para deixar sua obra mais organizada e limpa

Por isso, se preocupar em reduzir os respingos de tinta nas suas pinturas não se limita somente a uma questão de proteger o ambiente, mas também de torná-lo mais produtivo, seguro, eficiente e que agregue valor à sua atividade, entendeu? 

E como lidar com os respingos de tinta durante uma pintura? 

Aqui, além de dicas de equipamentos necessários, a gente também destacou procedimentos e cuidados específicos para reduzir ou até mesmo evitar por completo os respingos de tintas indesejados nas superfícies e ambientes. 

Confira e tome nota! 

1. Invista em capas protetoras 

Para um serviço mais profissional, as capas protetoras para construção são uma verdadeira mão na roda na vida de qualquer pintor ou pedreiro. Afinal, além de serem totalmente maleáveis e fáceis de instalar nos mais diferentes tipos de superfícies, esse material é compacto e prático para se carregar para qualquer lugar. 

Além disso, as capas protetoras para pintura já são confeccionadas com fita crepe, o que já elimina mais um insumo e ainda permite uma aplicação sem erros, emendas ou "buracos" desprotegidos

Ou seja, na prática, você pode esquecer outros tipos de coberturas, como jornais, papelão e tecidos e ter um material muito mais útil e prático para forrar todas as superfícies imagináveis, como móveis, rodapés, pisos, paredes, tetos etc. 

2. Acerte na escolha das fitas 

Outro insumo importante para evitar e proteger superfícies contra os respingos de tinta na pintura são as fitas colantes, em especial, a crepe

Presentes em qualquer loja de construção e até em papelarias, esse material é velho conhecido dos profissionais e clientes. Mas vamos com calma na hora da escolha! 

Por serem tão fáceis de encontrar, muitas vezes acabamos não considerando a qualidade da fita e aí já viu, né? Além de poder não colar direito na superfície, muitas vezes uma fita de baixa qualidade pode criar pequenas abas nas laterais e, no final, não vai proteger muito. 

É nessas horas que o pintor pode fazer a diferença e mostrar detalhes perfeitos na pintura, proteger bem as partes necessárias e evitar que respingos vazem para a área protegida. Sendo assim, acerte na escolha de todos os seus insumos, desde a lixa de parede, até a fita crepe a ser utilizada, ok? 

3. Retire interruptores e tomadas 

Melhor ainda do que proteger as superfícies, é quando há a possibilidade de remover certas partes e objetos de onde será pintado. É o caso clássico de interruptores, tomadas e outros acabamentos da parte elétrica. 

Quase sempre esses itens são removíveis e instaláveis novamente, o que garante um acabamento muito melhor, reduz tempo e trabalho de proteção e ainda evita sujar com tinta essas partes. 

4. Redobre o cuidado com rodapés e com as quinas 

Os rodapés e quinas de paredes, quando não recebem a mesma tinta, são as partes mais propensas de cair os respingos indesejados. 

Por esse motivo, redobrar os cuidados de proteção aqui é essencial para garantir um trabalho mais limpo, prático e sem sujeira

Sendo assim, reforçamos a importância de se contar com boas fitas, capas protetoras de pintura e, se possível, materiais maiores para cobrir o chão, como folhas de papelão e jornal. 

5 Atente-se às maçanetas 

Outra parte clássica que normalmente se suja com respingos de tinta são as maçanetas das portas. Por isso, como dica, se a ideia é incluir portas e janelas no serviço de pintura, antes de começar, veja se não é possível remover esses acessórios. 

Caso não haja essa possibilidade, com muito cuidado, tente cobrir toda a superfície da maçaneta, desde o acabamento até o puxado, com uma fita crepe de qualidade e um plástico resistente. 

6. Evite excesso de tinta nos rolos e pincéis 

Além das dicas de equipamentos e cuidados para evitar respingos de tinta na pintura, uma atenção especial que todo pintor deve considerar é a quantidade de tinta no rolo, assim como a velocidade e força aplicada durante o serviço. 

Tintas mais líquidas, por exemplo, tendem a respingar mais e, caso haja excesso e o profissional pressione muito o rolo, mais sujeira deve gerar também. Logo, boas práticas e conhecimento técnico também ajudam nessa hora! 

Em resumo, essas são algumas dicas sobre como evitar os respingos de tintas na pintura e proporcionar um serviço de mais qualidade em sua obra. Além disso, todos esses cuidados permitem agregar também menos desperdícios, mais segurança, praticidade e o resultado e atendimento que os clientes esperam na entrega. 

Gostou do post? Quer ficar por dentro de outras dicas e novidades sobre serviços de pintura? Então, assine nossa newsletter e receba tudo em primeira mão. Até a próxima!

Comentários