Construção
10 de Novembro de 2021

Quais são os tipos de alvenaria e as suas diferenças?

Alvenaria estrutural, de vedação e de embasamento: esses são alguns tipos mais comuns na construção civil. Saiba mais sobre elas no post!

Tempo de leitura:

Quando se é um pedreiro iniciante, certas dúvidas acerca dessa profissão são um tanto comuns. Uma das mais frequentes é: afinal, quais são os tipos de alvenaria e para que serve cada uma? Para ser um bom profissional nessa área, é essencial ter a resposta para essa questão na ponta da língua. Afinal, em algum momento provavelmente será necessário explicar isso para o cliente.

Mas vamos por partes, pois antes de entender as diferenças entre os tipos de alvenaria, é preciso saber o que é alvenaria, certo? Basicamente, esse é um conceito da construção civil usado para definir a etapa da edificação na qual o conjunto de blocos é conectado utilizando uma forma de fixação, como a argamassa. As paredes em alvenaria podem receber os mais diversos tipos de acabamento, sendo o mais comum o sistema de pintura que é composto por selador, massa e tinta de acabamento.

Com essa definição dada, podemos seguir em frente. Vamos lá?

Alvenaria estrutural

Pelo nome, já é possível imaginar a função desse tipo de alvenaria, certo? Pois bem, como esperado, a alvenaria estrutural é usada para sustentar e dar estabilidade para a edificação. Na prática, isso significa que são os próprios blocos cerâmicos ou tijolos que vão manter a estrutura em pé.

Ou seja, o alicerce aqui é feito com materiais resistentes, capazes de suportar todo o peso da construção, e não com vigas ou pilares. Por esse motivo, é mais difícil realizar mudanças na arquitetura posteriormente. Por outro lado, a alvenaria estrutural é rápida e simples de ser executada, além de gerar maior economia nos custos.

Alvenaria de vedação

A alvenaria de vedação, também conhecida como convencional, tem a função de vedar e separar os ambientes da construção. Ao contrário da de construção, que explicamos acima, ela utiliza vigas, pilares ou estruturas metálicas para a sustentação, já que é responsável por sustentar apenas o seu próprio peso e o das portas e janelas.

Por consequência, isso aumenta o custo da obra e o tempo de execução, pois é necessário montar e desmontar formas, curar e concretar. Em contrapartida, ela dá mais flexibilidade em relação à parte estética e facilita as reformas futuras.

Alvenaria de embasamento

Já a alvenaria de embasamento é aquela que fica na base da edificação, em geral acima das vigas baldrame. Ela é usada para regularizar o nível do terreno, sendo bastante útil em áreas com aclive ou declive.

Muitas vezes, esse tipo de alvenaria entra em contato com o solo, por isso é recomendado utilizar tijolos maciços nessa estrutura. Afinal, é preciso garantir que haja uma boa retenção de água para evitar problemas futuros causados pela umidade.

Alvenaria ecológica

Por fim, chegamos à alvenaria ecológica. Observando o nome, você já deve ter uma ideia do que se trata, não é mesmo? Apesar de não ser tão conhecida quanto as anteriores, esse tipo de alvenaria busca uma solução mais ecológica para a edificação, adotando materiais reutilizáveis na estrutura.

Os blocos usados nessa alvenaria são conhecidos como blocos ecológicos e são produzidos com diferentes tipos de materiais, como pó de mármore, resíduos de usinas siderúrgicas ou de material de construção, PET, pneus etc. Eles ainda utilizam um sistema de encaixe, o que garante mais produtividade no canteiro de obras e reduz o uso de água.

Ao longo do artigo, mostramos que existem diferentes tipos de alvenaria e cada uma delas tem seu papel e suas vantagens. Obviamente, além das ferramentas de pedreiro usadas, também há diversas tecnologias inovadores que podem ser empregadas em cada uma. Afinal, o meio da construção civil está em constante evolução, sendo necessário se manter sempre atualizado para garantir um diferencial competitivo.

E aí, conseguimos esclarecer suas dúvidas sobre os diferentes tipos de alvenaria? Então aproveite para compartilhar este post em suas redes sociais e ajude outros iniciantes na área a entenderem mais sobre o assunto!

Comentários