Construção
16 de Janeiro de 2024

Lixa para metal: qual é a mais adequada e como usar?

Neste artigo, você saberá qual a lixa para metal mais adequada e como usar. Acesse e fique por dentro!

Tempo de leitura:

A lixa para metal deve ser escolhida com cuidado e atenção, pois ela é capaz de interferir no resultado dos projetos. Dessa forma, é preciso ficar atento a todas as propriedades desse item. 

Consiste em uma folha de papel com alguns minerais e é muito aplicada em processos de acabamento. Isso porque ela ajuda a corrigir pequenas desigualdades na região, limpando e polindo a área. Além de tirar as imperfeições da superfície com precisão, proporciona brilho e uniformidade. 

A seguir, você saberá a folha de lixa para metais, como utilizá-la e quais os cuidados necessários ao lixar a superfície. Continue a leitura e saiba mais! 

Qual é a lixa mais adequada para metal? 

Para lixar superfícies como metais, é necessário escolher a lixa d´água. A tecnologia presente no produto é um importante diferencial, pois permite que seja feito um lixamento úmido, ou seja, o processo é feito de forma limpa, sem gerar pó no local de trabalho. 

Saiba que as lixas d'água são comuns no mercado e utilizadas para oferecer acabamentos finos. É preciso ressaltar que, quanto mais grossa for a lixa, menor será o seu número. Já quanto mais alto for o número, mais fina ela será. Para escolher a espessura correta, é preciso ficar atento ao que será realizado. 

O que é granulometria? 

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito da granulometria da lixa. Ela está relacionada à medição da distribuição de grãos na superfície. Sendo assim, dependendo da quantidade de grãos, ela pode ser classificada como fina ou grossa.

O valor é inversamente proporcional à sua capacidade de agressividade. Isto é, quanto maior o seu número, mais fina será. Veja: 

  • lixas finas: 240 até 5000 grânulos; 
  • lixas médias: entre 100 e 200 grânulos; 
  • lixas grossas: 8 a 80 grânulos. 

Desse modo, a granulometria da lixa dependerá do trabalho a ser feito. Para retirar elevada quantidade de produto de uma superfície, é necessário utilizar uma lixa mais grossa. Caso seja para dar acabamento, são indicadas lixas mais finas. 

Como lixar metais? 

Como mencionado, a lixa abrasiva para metais é capaz de eliminar imperfeições na região e ocasionar um maior brilho. Assim, é a ferramenta ideal para nivelar, uniformizar e corrigir qualquer imperfeição na superfície. 

Caso seja para lixar uma pintura nova, é necessário utilizar as lixas de 150 a 120 de espessura. Ela serve para retirar a ferrugem e melhorar a ancoragem. As lixas mais finas são recomendadas para repintura. Elas também servem para preparar o local e proporcionar um acabamento fino.

Com as dicas a seguir, você saberá como realizar um eficiente lixamento! 

Tenha os materiais em mãos

Para iniciar o processo, selecione as lixas conforme a necessidade do serviço. Além do mais, não esqueça de avaliar a granulação e de separar os materiais apropriados, como os Equipamentos de Proteção Individual

Retire o desgaste do local 

Com a superfície limpa, você pode realizar movimentos circulares e orientados. Essa etapa exige paciência, pois é fundamental ter um acabamento perfeito e sem irregularidades. Assim, é preciso utilizar a técnica correta. 

Finalize o trabalho 

O trabalho deve ser encerrado após você certificar que a peça está lisa e uniforme. Em seguida, basta enxaguar a superfície metálica para remover qualquer resíduo e deixar a região secar para prosseguir com as próximas etapas. 

Quais os principais tipos de lixa? 

Existem diferentes tipos de lixas, e cada uma delas apresenta propriedades diferentes. Para ter um eficiente resultado, é válido conhecer as opções disponíveis. Veja quais são elas! 

Lixa de água 

Como falamos, a lixa d'água para metais é recomendada para lixamentos e acabamentos em locais úmidos ou que podem receber água. Dessa forma, é importante destacar que é muito utilizada em regiões metálicas finas e em trabalhos de funilaria. A granulometria desse modelo varia de 60 a 600. 

Óxido de alumínio 

A lixa óxido de alumínio também é indicada para ser usada em superfícies úmidas, como as metálicas. Elas são duráveis e de baixa produção de pó. 

Carbeto de silício 

A lixa carbeto de silício é aplicada em superfícies metálicas para desgastar e polir a região. Ela é fundamental em vários segmentos industriais, como na siderurgia, no setor automobilístico e de autopeças. 

Qual a diferença entre lixa a seco e d'água? 

Alguns tipos de lixas são melhores em determinadas superfícies. Dependendo do modelo escolhido, elas podem ocasionar maiores problemas.

As lixas a seco são ótimas para realizar o nivelamento das superfícies mais pesadas nos veículos e para trabalhos em que seja necessário recuperar uma determinada peça. A opção d'água é ideal para acabamentos mais finos e pode ser usada para remover rebarbas. 

Quais os benefícios em utilizar as lixas em reparos automotivos? 

Todos os tipos de lixas abordadas apresentam benefícios e podem ser utilizadas para lixar metais. Elas ocasionam um nivelamento perfeito da superfície, garantindo um padrão de acabamento excelente, com chances reduzidas de desgaste, além de cobertura e aderência perfeitas da tinta, entre outros aspectos positivos. 

Quais são os cuidados para lixar metal? 

Durante o processo de lixamento de superfície metálica, é preciso ter alguns cuidados para garantir um resultado eficiente e a sua segurança. Logo, não deixe de utilizar os EPI corretamente, como luvas de proteção, óculos de segurança, protetores auriculares, entre outros. 

O trabalho deve ser feito em um local apropriado e bem ventilado, tendo em vista que evita a inalação de poeira. Caso seja possível, realize o lixamento em um ambiente isolado, para evitar que os resíduos se espalhem. 

Antes de iniciar o trabalho, verifique a temperatura da peça de metal antes de iniciar e durante o processo. Se ela estiver ficando quente, pare por um tempo e a deixe esfriar antes de continuar. Além de preservar o item, essa medida auxilia na segurança.

Portanto, com os cuidados mencionados e com uma lixa Norton, é possível obter os melhores resultados na superfície metálica. Não se esqueça de que os clientes estão cada dia mais exigentes. Para garantir a satisfação e a fidelização, busque oferecer um acabamento de qualidade em seu serviço. 

Gostou do conteúdo que preparamos? Então, aproveite para receber um guia completo das lixas Norton para pinturas!

Comentários