Construção
4 de Janeiro de 2024

Lixa para MDF: qual é a ideal e como usá-la no material?

Procurando o passo a passo para lixar MDF? Descubra, neste conteúdo, como fazer a preparação e o lixamento.

Tempo de leitura:

Quem trabalha com lixamento sabe a importância de conhecer e adquirir boas ferramentas para a realização de seu trabalho. Esse cuidado é essencial para agilizar as tarefas, auxiliando o pedreiro a conquistar credibilidade junto ao cliente e a organizar melhor sua agenda. O lixamento de madeira, por exemplo, depende de uma boa lixa para MDF.

Como qualquer material, é necessário não só dominar técnicas específicas do ato de lixar em si, mas saber como tratar a superfície, de modo que a prática não a danifique, levando o profissional a perder parte da peça.

Neste artigo, vamos explicar como escolher sua lixa e preparar o MDF. Confira os próximos tópicos!

Qual é a melhor lixa para MDF?

O objetivo do lixamento é remover os desníveis e preparar o material para o acabamento, independentemente de sua composição. Até mesmo um rodapé exige um bom lixamento. Com a madeira não seria diferente. O MDF é um dos tipos mais comuns nesse mercado, dada a facilidade de trabalhar e seu custo-benefício.

O profissional que vai lixar deve procurar uma folha de lixa para MDF. Sendo de boa qualidade, ele vai conseguir usá-la não apenas em MDF, mas em compensados e outros tipos de madeira, com diferentes densidades.

O principal cuidado no momento da escolha se refere à granulação. É esse número (representado pelo G) que vai determinar o potencial de desbaste. É importante entender que, quanto menor ele for, maior é a sua capacidade agressiva.

A escolha de uma boa lixa vai variar de acordo com a sua necessidade. Se o intuito é lixar um painel de MDF cru, por exemplo, é possível até usar outro tipo, como a lixa de pano ou a de papel. Se for preparar para pintar ou envernizar, use uma de lixa de grão fino para MDF, de 100G ou 120G.

Quanto mais imperfeições for necessário corrigir, maior deverá ser a granulometria. Nesse caso, a 300 é uma ótima sugestão. Por fim, se a proposta for deixar o MDF liso, opte por uma lixa 500G.

Como preparar MDF para lixar?

Escolhido o material, é hora de preparar a superfície. O primeiro passo é a higienização.

Escolha produtos adequados

Quanto mais limpo estiver o MDF, mais chances de o lixamento ser bem feito e o resultado sair como o esperado. Para começar, seja atencioso na hora de comprar os produtos para a fase de limpeza.

Você sabia que itens com agentes desengordurantes na composição ou divulgados como sendo multiuso têm a capacidade de manchar o MDF e deixá-lo em uma tonalidade amarela? Caso exista alguma mancha de óleo ou gordura, o mais indicado é utilizar um solvente para retirá-la.

Essas dicas são importantes para não ter prejuízos nem gastar com aquilo que não serve para o que está precisando. A mesma atenção vale na hora de escolher a esponja. Não pode ser uma que acabe riscando a superfície. Busque uma macia, que sirva exclusivamente para limpeza.

Limpe o MDF

Após usar a esponja e o agente de limpeza para remover toda a sujeira e poeira da superfície, lembre-se de não deixar o móvel úmido. A madeira é bastante sensível à umidade e qualquer descuido pode favorecer o aparecimento de mofo ou bolor.

Caso isso ocorra, veja uma dica bônus: use um pano limpo e umedecido com água sanitária para remover o bolor da parte danificada. Em seguida, passe outro pano, que esteja seco. Depois de secar completamente, verifique se a mancha saiu.

Qual o passo a passo para lixar MDF?

Depois da preparação, deixando a superfície livre de imperfeições e sujeira, é o momento de iniciar o lixamento com a lixa abrasiva para MDF. Primeiro, certifique-se de respeitar uma premissa básica: qualquer tipo de madeira deve ser lixada no sentido do veio.

Atente-se à forma de lixar

Sabemos que o trabalho de lixar é árduo. Se for um material mais grosseiro, que exige ainda mais da lixa, é essencial que o profissional use um apoio para não cansar antes do tempo. Quanto mais força empenhar na atividade, mais cedo vai se cansar e mais tempo vai levar até finalizar.

Por isso, procure uma posição estratégica para lixar, caprichando no jeito e não na força em si. Você vai reparar o pó ficando mais fino conforme a gramatura da lixa diminui.

Capriche no acabamento

Se pretende passar um verniz ou cera em seguida, saiba que um lixamento bem feito vai assegurar um MDF mais liso antes mesmo do acabamento. Basta que o profissional capriche nesse passo e tenha adquirido uma lixa de qualidade.

Considere outros tipos de ferramenta

Vale lembrar que seu uso não é obrigatório. Hoje, o mercado oferece soluções mais práticas e rápidas, como a lixadeira roto-orbital. Entretanto, é válido lembrar que a utilização desse tipo de máquina torna a necessidade de Equipamentos de Proteção Individual ainda maior.

Priorize o uso de EPIs

Nesse caso, o profissional não pode abrir mão dos óculos e das luvas, principalmente. As farpas de madeira podem acertar seus olhos ou ferir seu rosto durante a remoção. É muito mais seguro usar esses equipamentos, que possam protegê-lo contra imprevisibilidades.

Faça um pré-acabamento

Quando estiver terminando, antes de aplicar o verniz, passe um pano úmido. Ele vai tirar os restos de pó e deixar a superfície limpa para receber uma camada de produto.

Depois do pano, finalize com uma demão de selador ou primer para madeira. Além de garantir um acabamento mais bonito, vai evitar que a madeira absorva o próximo produto em excesso ou rápido demais. Pela sensibilidade causada pelo lixamento, esse efeito acaba sendo inevitável.

Percebeu como é útil saber escolher uma boa lixa para MDF? Contar com um material de qualidade vai proporcionar mais qualidade para a execução do trabalho, tornando-o menos árduo e mais produtivo, mesmo que a atividade seja um lixamento de parede, por exemplo. É essencial para o pintor ou marceneiro conseguir selecionar ferramentas estratégicas para facilitar seu dia a dia.

Se deseja saber mais sobre outros tipos de lixas e como usá-las a favor de seus trabalhos de pintura, baixe nosso livro digital exclusivo com o Guia completo das lixas Norton para pinturas!

Comentários