Automotivo
30 de Junho de 2021

Planejamento financeiro para oficinas: veja as 7 principais dicas

Quer investir na gestão de sua oficina? Então, o primeiro passo é fazer um bom planejamento financeiro. A gente mostra como aqui!

Tempo de leitura:

Em tempos de crise e de incertezas, focar em um bom planejamento financeiro em sua oficina pode ser uma ótima estratégia para encarar esse momento e manter as contas do negócio mais organizadas.

Afinal, fazer isso não significa apenas entender o quanto você ganhou ou deixou de ganhar no mês, mas também se planejar, crescer e até conseguir oferecer experiências diferenciadas à sua clientela, com mais segurança e eficiência. 

Portanto, puxa uma cadeira aí e confere as 7 dicas que separamos até o final do texto. Vamos começar?

1. Ofereça novas formas de pagamento 

Você já parou pra observar quantas opções existem no mercado para receber pagamentos de seus serviços. São infinitas, praticamente! Então, cá entre nós, não dá pra insistir só no velho dinheiro em papel, tendo tantas possibilidades mais flexíveis à disposição.

Hoje, com a chegada do Pix, o novo modelo de pagamentos do Banco Central, sua oficina pode oferecer mais uma opção super fácil e prática para ambos os lados: tanto para o estabelecimento como para o cliente. Em segundos, seu pagamento cai na conta e pode ser feito na hora, pelo celular.

Além disso, hoje, tem diversas opções de maquininhas de cartão (algumas sem mensalidade), que são essenciais para qualquer comércio. Por fim, há plataformas e bancos digitais, que permitem emitir boletos, transferir valores e até fazer crediários próprios.

Então, avalie as necessidades de seus clientes e de seu negócio, e aproveite todas as opções que o mercado oferece para receber pagamentos.

2. Separe as contas da oficina das pessoais 

É muito comum que empreendedores usem apenas uma conta bancária pra tudo. Ou seja, misturam ganhos do negócio com valores pessoais, que nem sempre estão ligados ao negócio.

Profissionais autônomos e MEIs não são obrigados a criar uma conta jurídica com seu CNPJ, apenas pequenas e médias empresas. Porém, mesmo assim, é recomendado separar as coisas! 

Em um bom planejamento financeiro para sua oficina, indica-se criar uma conta bancária exclusiva para receber, pagar e transferir valores ligados aos serviços. Se não quer ir ao banco e pagar taxas para isso, lembre-se que existem bancos digitais hoje, com aplicativos que você baixa na hora em seu celular, ok?

Assim, você consegue ter um controle maior e mais fácil sobre o que é trabalho e o que é vida pessoal!

3. Faça um fluxo de caixa no planejamento financeiro da oficina

Regra básica para todo negócio: ter um fluxo de caixa! E certamente isso vale para oficinas mecânicas, né?

Afinal, esse controle é o que permite acompanhar todo o dinheiro que entra e sai diariamente de sua empresa, permitindo que você faça uma gestão mais profissional e segura de suas finanças.

Para que isso não se torne uma tarefa chata ou cansativa, use a tecnologia a seu favor. Afinal, é possível encontrar ferramentas prontas para isso, como aplicativos, planilhas, softwares, ou até mesmo os velhos e tradicionais cadernos de contabilidade.

4. Tenha um controle de estoque na oficina 

A gestão de estoque também faz parte do planejamento financeiro da oficina. Afinal, isso envolve gastos, espaço físico e controles de giro.

Ou seja, se você deixa pra comprar peças em cima da hora ou, ao contrário, compra sem qualquer previsão de usá-las, saiba que pode estar perdendo dinheiro e material.

Para isso, busque entender as reais necessidades de sua oficina e planeje as compras em prazos e quantidades mais exatas. Por exemplo, que tipos e quantas lixas você costuma usar por semana nos polimentos? Quanto gasta de massa em média? Tem tintas guardadas ainda? 

Enfim, essas e outras questões podem ajudar você a sempre ter um estoque mínimo dos itens mais necessários e evitar faltas e correrias para comprá-los quando pinta um novo serviço. 

5. Procure por aplicativos ou crie planilhas de planejamento financeiro 

A gente destacou rapidamente mais acima que há muitas opções de ferramentas tecnológicas para se fazer um planejamento financeiro para sua oficina. Além de essas soluções ajudarem a controlar melhor o que entra e sai de seu caixa, a maioria permite organizar melhor suas demandas no dia a dia.

Por exemplo:

  • tente diferenciar os serviços de funilaria realizados ao longo do mês;
  • cadastre os dados de clientes;
  • registre datas e valores exatos;
  • registre informações das compras de fornecedores;
  • classifique os tipos de produtos e insumos comprados.

6. Centralize o seu atendimento

Para receber seus pagamentos, a dica é ampliar seus canais de recebimento. Porém, na hora de se comunicar e vender seus serviços, a recomendação é justamente a contrária. Ou seja, centralize ao máximo sua comunicação com o mercado.

Em outras palavras, o ideal é que você use menos canais pra falar com o cliente, justamente para não se perder. Como dica, um telefone fixo, atendimento via WhatsApp e um e-mail já tá de bom tamanho.

A ideia é evitar criar muitas opções para o cliente, que você não possa checar todos os dias.

7. Trabalhe com fornecedores de confiança

Por fim, um bom planejamento financeiro de oficina depende também de boas parcerias e fornecedores de confiança. Afinal, não dá para ficar comprando um pouquinho aqui e outro ali, não é mesmo?

Ou seja, a recomendação é focar em um fornecimento capacitado e que ofereça uma gama diversificada de produtos, desde os abrasivos mais básicos e rotineiros até equipamentos e maquinários maiores para seus serviços de funilaria.

Sendo assim, aposte em fornecedores com referência no mercado. Além de facilitar e organizar suas compras, você ainda consegue padronizar e qualificar seus serviços.

Enfim, essas são algumas dicas essenciais de como e por que realizar um planejamento financeiro e agregar ainda mais à sua gestão de oficina. Esperamos que, com todas essas dicas, você consiga não apenas organizar melhor as suas contas, mas também crescer e se fortalecer com mais segurança e eficiência em seu mercado.

Curtiu o post? Quer mais dicas legais para melhorar o empenho de sua oficina no dia a dia? Então, aproveite que está aqui para conferir também como usar as redes sociais para se comunicar com o público de seu estabelecimento.

Comentários