Construção
2 de Junho de 2021

Como ser um autônomo de sucesso? Veja 5 dicas aqui!

Atua de forma autônoma e está descontente com seus resultados? Leia nosso blogpost e veja quais são as 5 principais dicas para ter sucesso na sua profissão!

Tempo de leitura:

Trabalhar de forma independente é uma realidade de muitos brasileiros e saber como ser um autônomo de sucesso é um dos grandes desafios para esse tipo de profissional. Essa é uma verdadeira questão de sobrevivência, porque não se pode contar com a certeza de um salário fixo ao final do mês, o que gera bastante instabilidade.

Não saber se será possível arcar com o financiamento da casa própria ou com a compra parcelada de um bem de maior valor são alguns dos problemas enfrentados por esse profissional, dada a incerteza dos rendimentos. Nesse caso, o melhor cenário é quando a agenda de trabalho está sempre cheia, o que traz uma situação mais confortável.

Quer saber mais sobre como se tornar um autônomo bem sucedido? Selecionamos as 5 principais dicas para ajudar a manter a sua saúde financeira e se tornar uma referência na sua área de atuação. Continue a leitura e confira!

O que é um profissional autônomo?

O profissional autônomo é aquele que usa sua experiência e seu conhecimento como trabalho de forma independente, sem ser contratado por uma empresa. Essa atuação não exclui a possibilidade de se prestar serviços a outras empresas, mas faz com que essa relação não tenha a chamada subordinação jurídica, que exige que o funcionário compareça em dias e horários definidos pelo patrão.

Dessa forma, há uma liberdade maior para decidir o valor que será cobrado pelo serviço, as formas de pagamento e o prazo. A sua prestação também será mais flexível quanto aos horários e dias, mas deve sempre seguir o que foi proposto em contrato.

Quais são as principais dicas para ter sucesso como profissional autônomo?

Sem dúvidas, a principal dica é ter consciência sobre a sua escolha, qual é a dinâmica de trabalho aplicável a esse tipo de profissional e também considerar os benefícios e as desvantagens. Com esse modo de trabalho você tem a possibilidade de ganhar mais do que um trabalhador com carteira assinada, mas talvez demore algum tempo até que seja alcançada a estabilidade.

O que pode ser feito para ganhar mais velocidade o nessa sua jornada é tratar a sua atuação como uma empresa, na qual você é o empreendedor da sua força de trabalho. Isso exige a definição de estratégias e saber como colocá-las em prática, como será mostrado abaixo!

1. Tenha um bom planejamento

Toda empresa conta com um bom planejamento, que considera os riscos e as oportunidades, a situação financeira e o crescimento em curto, médio e longo prazo. Esse planejamento também deve fazer parte da rotina do profissional autônomo, para que seja possível prever cenários e corrigir erros que podem comprometer a sua atuação.

Algumas ameaças são identificadas facilmente de acordo com a sua atuação. Por exemplo, um pedreiro ou um pintor não podem trabalhar em períodos de chuvas, e isso costuma limitar bastante o serviço. O ideal, nesses casos, é adiantar o trabalho das áreas internas da obra.

Da mesma forma, você deve ter uma agenda enxuta, no sentido de só pegar novos serviços se eles forem compatíveis com a sua disponibilidade. É necessário ter responsabilidade com seus compromissos, pois eles são verdadeiras obrigações, além de ajudarem a construir uma boa imagem no mercado. Isso é ótimo, não é?

2. Use sua experiência

Muitos profissionais se tornam autônomos após adquirirem experiências consistentes em empresas, e isso é algo que merece ser muito bem aproveitado. Sua carreira é algo contínuo e, portanto, toda a sua bagagem deverá ser aplicada naquilo que você faz.

Da mesma forma que antes existia o compromisso com o seu empregador, deverá ter com seus contratantes, ainda que não haja subordinação na relação entre vocês. O conhecimento adquirido anteriormente também faz parte daquilo que oferece aos seus clientes e é um diferencial na sua atuação!

3. Procure ajuda

Ser um profissional autônomo exige uma série de conhecimentos além da sua atividade-fim, e não tem problema se você não dominar todas elas, desde que você tenha a humildade para procurar ajuda. Como já foi citado, seu posicionamento no mercado é similar ao de uma empresa, e não é sempre que o profissional saberá administrar sua agenda ou terá uma boa educação financeira, por exemplo.

Nesse caso, a dica é para que você faça cursos e adquira conhecimentos nas áreas que não domina, ou então crie parcerias que possam contribuir com a sua trajetória profissional. Mas saiba que, como toda parceria comercial, ela terá custos e benefícios, afinal, essa ajuda também pode se tratar da atuação de outro profissional na mesma situação que você.

4. Saiba usar o marketing

Se você é apaixonado pelo que faz, certamente consome conteúdos de outros profissionais da mesma área nos quais eles ensinam coisas sobre a rotina de trabalho e outras informações que considera úteis. Esses criadores não estão apenas compartilhando seus conhecimentos, mas também promovendo a própria imagem e serviço — e nada impede de fazer o mesmo.

O marketing ajuda a criar autoridade na sua área de atuação, e faz com que você seja lembrado sempre que surgir uma necessidade que possa ser suprida por meio do seu trabalho. A credibilidade e o conhecimento demonstrados em suas ações farão com que a sua contratação seja bastante desejada, o que aumentará a procura pelos seus serviços.

Para isso, será preciso entender como usar as redes sociais para chegar a novos clientes e criar conteúdo atraente para o seu público. Assim, será possível ter mais visualizações e engajamento por parte dos seus seguidores. Deixe sempre seu contato disponível para que as pessoas possam se comunicar com você, sendo que uma das melhores opções é o atendimento via Whatsapp.

5. Saiba precificar o seu serviço

Aprender uma profissão não é algo que acontece do dia para a noite. Na verdade, envolve muita teoria e prática, além da necessidade de sempre se atualizar quanto às novas ferramentas e técnicas. O investimento em qualificação, seu histórico e também o tempo que você colocará à disposição do seu contratante ao prestar os seus serviços merece ser devidamente remunerado.

Saber como definir um valor ao seu trabalho é a maneira que você terá disponível para que todas as dicas dadas aqui se transformem em lucratividade. Assim, será possível investir cada vez mais na sua atuação e também atingir a tão sonhada estabilidade financeira. Aplicar todas essas dicas de maneira equilibrada ensinará como ser autônomo e ter ainda mais sucesso em sua profissão!

Gostou das nossas dicas? Então aproveite, assine a nossa newsletter e comece a receber todos os nossos novos conteúdos em primeira mão!

Comentários