Construção
12 de Julho de 2022

Cortadora de azulejo: para que serve e que resultados traz?

Descubra como uma cortadora de azulejo pode fazer você economizar tempo e aumentar lucros em seu trabalho.

Tempo de leitura:

Quem trabalha com construção e reformas sabe que o piso pode ser um grande desafio. Isso é verdade principalmente para cômodos que têm parede rebocada, móvel embutido, colunas, degraus e outros detalhes que fogem do padrão. Nesses casos, na hora de pôr os azulejos, há um instrumento indispensável para o profissional de construção: a cortadora de azulejos.

Você já conhece essa ferramenta? Sabe para que serve e quais são os tipos que existem? Se sua resposta for não, este texto vai esclarecer tudo o que precisa saber. Se for sim, você terá a oportunidade de aprender mais sobre esse instrumento importantíssimo para a construção civil. Então continue a leitura!

O que é uma cortadora de azulejo?

Também chamada de cortador de piso, essa ferramenta é usada por quem trabalha com a instalação de azulejos em pisos, paredes e tetos de novas obras ou de reformas de imóveis. Como o nome indica, a finalidade do utensílio é realizar cortes retos e repetidos em materiais como cerâmica, porcelana, vinil, dentre outros.

Embora existam formas de cortar azulejos sem o auxílio dessa ferramenta, cortes feitos de maneira improvisada podem prejudicar o resultado final e causar prejuízos à obra. A cortadora possibilita cortes precisos para um bom encaixe das peças, o que torna muito mais fácil conseguir acabamentos impecáveis.

Quais são as vantagens desse equipamento?

As ferramentas são criadas pelas pessoas para facilitar ações, e a cortadora de azulejos não é diferente. Veja a seguir quais são as vantagens de utilizar uma cortadora de pisos na sua obra:

  • serviço feito de maneira mais rápida: ao utilizar uma cortadora de pisos, o profissional consegue realizar mais trabalho em menos tempo. Além de prevenir atrasos na obra, isso pode fazer com que ela seja concluída mais rapidamente que o previsto.
  • cortes realizados de maneira mais precisa: por ser uma ferramenta construída exatamente para essa finalidade, os cortes são certeiros, fazendo com que a obra ganhe em temos de agilidade e qualidade.
  • menos perda de material: o destino de uma peça mal cortada é o lixo. Além de causar atrasos na obra, isso certamente representa um prejuízo. Esse incidente pode ser evitado com o uso da cortadora.
  • Possibilidade de realizar o trabalho em espaços reduzidos: existem alguns modelos indicados para obras em espaços reduzidos, a exemplo de redes telefônicas, elétricas ou de fibra ótica.
  • facilidade e segurança: a cortadora de azulejos é um equipamento fácil de usar, o que não acrescenta complexidade ao trabalho — muito pelo contrário, torna-o mais simples. Além disso, desde que as normas de segurança sejam seguidas, seu uso é perfeitamente seguro.

Como mencionado, existem diferentes tipos de cortadora de azulejo. Cada um tem suas particularidades, como indicações, vantagens e desvantagens. A seguir, você entenderá esses tipos e para que tipo de material cada um é recomendado.

Quais são os tipos de cortadora de azulejo?

Existem dois tipos principais de cortadoras de azulejo: as elétricas e as manuais. A escolha do tipo mais adequado deve levar em consideração o escopo do trabalho, bem como a natureza e o tamanho do material.

Apesar de exigirem mais esforço e não serem adequados para todos os tipos de azulejos, os cortadores manuais são mais baratos. Eles dispensam a necessidade de alimentação elétrica, demandam menos espaço e facilitam a mobilidade.

Já os cortadores elétricos, além de terem preços mais altos, são mais caros, ocupam mais espaço e são, certamente, mais barulhentos! No entanto, eles são capazes de realizar um trabalho muito mais preciso, exigem pouco esforço e são adequados para cortar todos os tipos de azulejos. Por isso, podem ser mais interessantes em termos de custo-benefício.

Confira abaixo os elementos que devem ser levados em consideração em relação aos azulejos:

  • Tamanho ou espessura: os cortadores manuais são adequados para realizar cortes em azulejos até 12 mm de espessura. Para medidas maiores, você deve usar um cortador elétrico.
  • Material: cortadores manuais funcionam bem em azulejos comuns, feitos de materiais como barro e porcelana. Já no caso de pisos materiais como pedra, terracota e cimento, é necessário aderir ao modelo elétrico.

Sabendo essas informações, você já poderá escolher o tipo de cortadora ideal para atender à sua necessidade. A seguir, entenda os cuidados que deve ter para operar o equipamento com segurança.

Como operar a cortadora de azulejo com segurança?

A cortadora é um equipamento muito útil e capaz de fazer cortes em materiais muito duros. No entanto, se for utilizada de maneira incorreta, ela pode ocasionar acidentes severos.

Portanto, antes de usar uma cortadora elétrica ou manual, é importante ler as instruções do equipamento. Confira algumas dicas essenciais para operar uma cortadora de azulejos com segurança:

  • garantir a qualificação e o treinamento prévio da equipe para operar o equipamento;
  • garantir o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados ao manuseio;
  • jamais utilizar o equipamento sob chuva, se for elétrico;
  • jamais utilizá-lo em ambientes sem ventilação, se for movido a gasolina, pois a emissão de monóxido de carbono é tóxica, apesar de não ter cheiro, e pode apresentar risco à vida;
  • não utilizar fogo ou líquidos inflamáveis e nem fumar perto de equipamentos movidos a gasolina, devido ao risco de combustão;
  • evitar deixar os membros do corpo, em especial as mãos e os pés, próximos à máquina, mesmo quando ela não estiver em funcionamento.

Além desses cuidados com a utilização da ferramenta, também se deve tomar alguns cuidados com o transporte da cortadora de piso. Ao transportá-la em automóveis, é importante garantir que fique fixa, de modo a evitar danos ao equipamento e ao veículo. Além disso, para evitar acidentes, não se deve transportar a cortadora no mesmo compartimento em que se transporta pessoas.

Ainda em relação à locomoção, é fundamental remover o disco de corte da cortadora de azulejo para transportá-la, a fim de evitar acidentes. Esses cuidados também devem ser tomados na hora de guardar materiais no canteiro de obras, além de quaisquer outros que constem no manual do usuário.

Já tem ou vai comprar o equipamento e quer saber como aproveitá-lo melhor? Confira nosso artigo com dicas para otimizar o uso do seu cortador de piso!

Comentários