Você já refletiu sobre como a tecnologia na construção civil pode ser útil para o seu contexto profissional? Afinal, quem não gosta de otimizar o trabalho e ganhar eficiência, não é mesmo? 

As inovações tecnológicas trouxeram múltiplas possibilidades de otimização do trabalho para os profissionais que atuam no segmento de construção civil, mas é necessário se atualizar e ficar de olho nas novidades que surgem o tempo todo.

Neste texto, você conhecerá 8 novas tecnologias em construção civil e vai descobrir também como cada uma delas pode ser útil para o seu dia a dia no trabalho. Acompanhe e boa leitura!

Quais os benefícios de usar tecnologia na construção civil?

O profissional que não se atualiza fica parado no tempo. Inevitavelmente, os concorrentes que se adaptam às novas tecnologias de construção conseguirão produzir mais em menos tempo e com custos menores.

Melhora na produtividade

É necessário mais do que equipamentos adequados e tecnologia inovadora para que o trabalho no canteiro de obra seja satisfatório. Profissionais desmotivados e sem capacitação não fazem milagre, concorda?

No entanto, se a sua equipe trabalha em sintonia, é bom considerar que a produtividade na construção civil pode muito bem ser potencializada com o uso das ferramentas e tecnologias apropriadas.

Por exemplo: o cortador de piso é um tipo de ferramenta que oferece conforto, melhor ergonomia e menos esforço físico para o profissional realizar seu trabalho.

Economia com materiais de obra

Seja para evitar o desperdício de material, agilidade no cumprimento das etapas ou mesmo para apresentar um resultado mais aprimorado. Além disso, o uso de tecnologia em construção civil valoriza o trabalho, pois demonstra que os profissionais estão atualizados em relação às novidades do mercado.

Segurança e durabilidade

Um outro detalhe importante é a segurança! A tecnologia na construção civil também serve para reduzir acidentes e tornar o ambiente de trabalho mais saudável para a atuação dos profissionais.

Por exemplo: certos tipos de lixas e discos da Norton, fabricados com microfuros, são feitos para que o pó não se espalhe no ambiente, fazendo menos sujeira e deixando o ar mais limpo.

Afinal, quais são as novas tecnologias de construção?

Agora, vamos apresentar as 8 tecnologias de construção civil que chegaram para revolucionar o mercado e facilitar a vida de quem trabalha no ramo. São exemplos de produtos, técnicas e maquinários com diversas finalidades, veja a seguir!

1. Construção modular

Trata-se de uma metodologia de construção por etapas. As edificações são padronizadas e os módulos, ou seja, as peças, são fabricadas, transportadas e montadas, conferindo praticidade e economizando tempo no trabalho.

Embora as construções sejam padronizadas, as soluções de acabamento são totalmente customizáveis.

2. Concreto autocicatrizante

O concreto autocicatrizante é um produto capaz de reparar trincas e fissuras com alta eficácia. Sua composição é de cimento CPIII, que contém excesso de sílica, e também microsílica e metacaulin.

Esse tipo de material é usado em construções pesadas como reservatórios, obras de saneamento e estruturas como túneis e estações de metrô. Entretanto, costuma ser até 30% mais caro do que o cimento convencional.

Mas, uma outra vantagem é que o concreto autocicatrizante dura cerca de 20 a 30 a mais do que os materiais comuns.

3. Bioconcreto

O bioconcreto segue sendo testado e tem uma característica incrível: ele se auto regenera, acredita? É claro que isso só seria possível com o auxílio da tecnologia de construção civil, não é mesmo?

Em sua composição, existem bactérias que produzem carbonato de cálcio. Elas agem em contato com a água e o oxigênio, então, as bactérias começam a preencher os espaços assim que as trincas aparecem.

4. Fibra de carbono

A fibra de carbono é um tipo de reforço e, geralmente, é aplicada em obras que precisam de algum complemento nas estruturas de concreto armado. Sua composição se baseia em fios de fibra e resina.

O produto final é leve, tem estabilidade térmica, rigidez e é facilmente aplicável. Essas novas tecnologias da construção, como a fibra de carbono, também são úteis para a recuperação de estruturas antigas de concreto armado.

5. Impressão 3D

As impressoras 3D são um exemplo de novas tecnologias em construção que chegaram para ficar. É claro, podem ser usadas para diversas outras finalidades, mas quando o assunto é obra, imagina o que são capazes de fazer!

Além de produzir peças padronizadas para a montagem, por exemplo, de uma casa, a impressão 3D também tem sido utilizada na correção e reparo, pois é capaz de solucionar problemas sob medida.

6. Produtos pré-fabricados

Os produtos pré-fabricados são confiáveis porque passam por um rigor técnico detalhado e controle de qualidade. São utilizados em diversas etapas e partes da obra: fundação, pilastras, laje…

7. Aerogel

Usado principalmente como isolante térmico e elétrico, o aerogel é um produto sintético, sólido, poroso e muito leve. Também conhecido como “ar sólido” devido ao seu aspecto translúcido, mas é extremamente resistente e durável.

8. Tintas solares

As tintas solares são o tipo de novidade que empolga todo mundo que se preocupa com a questão energética do planeta. Acontece que essa tinta supertecnológica consegue converter a luz solar em energia, dá pra acreditar?

Podem ser aplicadas em praticamente qualquer superfície e também atuam removendo a umidade do ambiente. Funciona assim: a tinta absorve o vapor d’água do local e o transforma em hidrogênio que pode ser usado como fonte de energia limpa.

E por falar em tintas, você conhece a técnica de pintura airless? Essa palavra em inglês significa “sem ar” e o procedimento consiste em um sistema mecanizado com atomização e pulverização por pressão, o que significa uma cobertura uniforme e sem qualquer bolha sobre a superfície.

Esqueça pincéis e rolos, com a máquina de pintura airless o pintor precisa mesmo é caprichar na diluição das tintas. A aplicação pode ser feita tanto em ambientes internos quanto externos.

O uso de tecnologia na construção civil é algo cada vez mais comum e você só tem a ganhar: redução de danos ao meio ambiente, agilidade nas tarefas e economia com a redução do desperdício dos materiais.

Lembra de assinar a nossa newsletter para receber novos conteúdos e ficar sabendo das principais novidades na área de construção civil! Até a próxima!

Show Full Content

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back
Close

NEXT STORY

Close

Disco para lixar concreto: como escolher e utilizar

janeiro 30, 2024
Close