Construção
25 de Fevereiro de 2022

Como tirar textura da parede de forma correta? Veja um passo a passo!

Como tirar textura da parede de forma correta? É possível emassar a parede sem remover a textura? Leia nosso post para descobrir as respostas!

Tempo de leitura:

Quer saber um passo a passo de como tirar textura da parede da maneira certa, com menos esforço e um resultado bem mais satisfatório para o cliente?

Então, neste post, você terá a oportunidade de conferir algumas dicas úteis sobre como realizar esse procedimento tão comum em muitos serviços, mas que, em muitas vezes, o profissional não sabe muito bem por onde começar. 

Sendo assim, se você já fechou um serviço para trabalhar em uma parede texturizada e quer surpreender o cliente com um trabalho de qualidade, dá uma olhadinha no que separamos a seguir e mãos à obra! Bora começar? 

Afinal, como tirar textura da parede por completo? 

É muito comum que clientes “enjoem” da textura de uma parede e contratem um profissional não só para mudar a cor do ambiente, mas, em certos casos, para remover por completo o efeito e trocar de estilo. 

E é justamente aí que o pintor pode mostrar todas as suas habilidades em relação ao acabamento aplicado. Afinal, trata-se de um serviço um pouco mais detalhado e que requer certos cuidados, equipamentos adequados e técnicas especiais. 

Por esse motivo, vamos te dar um passo a passo básico de como tirar textura da parede sem grandes dificuldades e com resultados melhores. Tanto para as texturas mais simples quanto para as mais pesadas. Anota aí! 

1. Proteja o piso

O primeiro passo para tirar textura da parede é proteger o piso. Esse passo é importante porque é a preparação para não fazer tanta bagunça no ambiente de seu cliente.

Como o serviço envolve a raspagem da superfície, inevitavelmente bastante sujeira de remoção cai. Jornais, qualquer tipo de plástico ou lona servem para forrar o chão.

Para se preparar para o processo, vale ressaltar aqui que você pode investir em luvas para proteger suas mãos. Investir em segurança vale sempre a pena.

2. Remova a superfície com uma espátula 

A primeira etapa de como remover textura da parede é usando a velha e boa espátula, que todo pintor já carrega em seus serviços.

Em geral, se a camada texturizada já apresentar algum desgaste, “barrigas” ou buracos, provavelmente será fácil de retirar as partes sem ajuda de outro produto. 

Porém, se esse não for o caso e você encontrar alguma dificuldade para remover a textura da parede só com a espátula, no mercado há produtos específicos, como removedores em gel. Por isso, faça um teste primeiro! 

3. Lixe para nivelar a parede

Acabou de remover a textura da parede? Então, escolha o tipo de lixa certo para dar conta do serviço e caprichar no acabamento. 

A nossa sugestão é uma lixa de nivelamento, como a A257 (a conhecida “lixa massa”), ideal para alinhamento da massa corrida e execução da pintura, podendo ser usada a seco também. 

Faça o procedimento por toda a superfície até deixá-la por igual, sem resquícios, tinturas ou incorreções. Além de beneficiar na nivelação da parede, a absorção da tinta é mais uniforme quando essa etapa é bem-feita.

4. Utilize produtos para remoção

Para os casos mais difíceis de remoção de textura em parede, como as em grafiato e texturas mais profundas, você precisará de uma ajudinha a mais na hora de tirar a textura da parede.

No mercado, já existem produtos específicos para fazer a remoção do modo fácil. Sua aplicação é simples e prática, por serem produtos em líquido ou gel. O benefício é que existem menos chances de danificar a parede e o reboco em si.

Para utilizar o removedor, é preciso aplicar o produto na textura e se lembrar de esperar o tempo de ação indicado na embalagem. Após isso, já será possível utilizar uma espátula para retirar a textura amolecida. Tenha cuidado, nesse passo, para não causar danos ao reboco.

5. Faça a limpeza

Por último, antes de aplicar a massa em sua parede, você deve fazer a limpeza. Após utilizar o removedor de texturas, você pode, de preferência, utilizar um solvente para tintas (ou tíner) para ter certeza de que retirou todos os vestígios de tinta e texturas.

Contudo, na maioria das vezes, apenas o trabalho manual com o removedor e a espátula são suficientes. É preciso esperar a secagem da parede por algumas horas, após realizado o procedimento.

Após retirar a poeira com um pano úmido, a sua parede já está pronta para receber o acabamento com massa corrida nova e ser pintada novamente.

6. Aplique a nova massa 

Com a parede lisinha e sem textura, é hora de passar a massa corrida e começar a dar uma nova cara à superfície raspada. Aqui, mais uma vez, o segredo do acabamento depende do lixamento correto, ok?

Afinal, aplicar a massa na parede não tem muito mistério, mas o que pega muitas vezes é o trabalho de lixar, que nem sempre é feito adequadamente. A dica é usar as Lixas Norton para pintura, com destaque para a A257, que nós já te apresentamos por aqui.

Desse modo, você consegue ter uma parede mais uniforme e bem-acabada. Essa etapa de preparação ajuda, inclusive, na etapa de pintura posterior.

Bônus: é possível emassar a parede sem remover a textura? 

Para finalizar, responderemos uma dúvida muito comum entre pintores sobre como remover textura da parede: dá para remover apenas cobrindo com uma nova massa? A resposta será: depende do caso. 

Afinal, isso dependerá muito do tipo de textura e a conservação da parede. Em outras palavras, se a superfície estiver “esfarelando”, desmoronando ou com aquelas “barrigas de ar”, a dica é nem tentar essa manobra e buscar remover tudo por completo, conforme os passos indicados acima. 

Só passe a massa por cima caso tenha certeza de que a superfície está firme o suficiente e que o processo não deixará a parede muito grosseira e espessa, com excesso de argamassa. 

Em resumo, essas são as dicas básicas de como tirar textura da parede corretamente e eficiente, evitando esforços e trabalhos desnecessários, visando principalmente um produto final mais satisfatório e profissional ao seu cliente. É muito importante seguir o passo a passo para obter os melhores resultados.

Curtiu? Quer saber quais as melhores lixas para cada tipo de serviço de pintura? Então, baixe gratuitamente nosso guia de lixas e descubra quais as melhores ferramentas para cada aplicação! 

Guia de lixas Norton

Comentários